"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

22/11/10

As Aspas"...."

- Olá eu sou as aspas. Por vezes, usam e abusam de mim, quando retiram frases dos textos, ou transcrevem pensamentos...Sem mim, não iriam pensar?
-Hei, hei, hei! Quem te mandou começar o texto? O título é "As Aspas", não é "A Aspa"!
- Pronto! Já a conhecem! Esta é a minha irmã. Ela é muito resmungona e mal-humorada!
-Eu ouvi isso!
-Era para ouvires!
-Estamos sempre a discutir! A vida de uma "aspa" é dura. Nunca sabemos o que vai acontecer...
-Eu que o diga! Viro as costas e já começaste a fazer o texto! Deves ter a mania que "és boa"!
-Retira já o que disseste!
-Ai, não, não!
-Estás a pedi-las!
-Meninas, não quero barafundas! Nunca ouviram dizer:"Quem não vai à palavra, não vai à pancada?"
- Se não fosse a mãe, com a mania dos provérbios(diga-se de passagem)...lançava-me a ti!
-Experimenta!
-Olha vai ver "se estou on line!" Ignorem-na! Não vale a pena! Ela é sempre assim! Onde é que eu ia?Ah, já sei...Já encontrei. Já me apresentei.
-Vai-te embora! Agora sou eu!
-Não ouviste? "Pisga-te!"
-E...
-Não vais dizer...
-Ei...
-Cala-te! Digo eu, Beatriz Calado, a narradora!
A narradora falou e "a história, acabou!"
Beatriz Calado, 5ºD

1 comentário:

Anónimo disse...

Está en graçado!
estas duas irmãs eram terriveis.

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"