"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

10/11/15

Casamento entre um lápis e uma borracha!

Esta história passou-se em Portugal, no distrito de Setúbal e no concelho do Seixal, freguesia de Paio Pires, numa escola chamada Escola dos Materiais. Na escola havia muitos materiais escolares, mas vou falar de um lápis chamado Tiago e de uma borracha chamada Rita, que um dia se encontraram.
- Olá, eu chamo-me Tiago e tu?
- Eu sou a Rita.
- Queres ser minha amiga?- perguntou o Tiago.
- Sim! Claro que quero.
A partir desse dia, tornaram-se amigos inseparáveis e, com o passar do tempo, tornaram-se namorados.
Num dia de sol, Tiago encheu-se de coragem e perguntou:
- Queres casar comigo?
Rita aceitou, mas o pai logo declarou:
- Não te deixo casar! Esse lápis não serve para ti!- concluiu.
De súbito, ouviu-se um ruído tremendo! Todos ficaram com medo! Era um monstro desenhado num papel. O lápis Tiago com o bico rasgou o desenho e, por ter derrotado o monstro, conseguiu a autorização do rei, pai de Rita, para casar com a sua amada.

Vitória, vitória, acabou-se a história!


Márcio Miranda, 5ºH

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"