"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

06/04/16

Outra coisa

Hoje vamos contar a história de dois amigos, um Afia e uma Caneta...
Era uma vez uma menina que enquanto passeava pela cidade (sozinha) encontrou um Afia, e mais além, pisou uma Caneta.
A Caneta, como é óbvio, resmungou:
- Ei! Vê lá onde pões os pés!
A menina apanhou a Caneta e pediu desculpa, pois não a tinha visto.
- Não faz mal. Eu também ando aqui aos trambolhões, e como sou pequena ninguém me vê! - exclamou a Caneta.
A menina acabou por levá-los aos dois para casa, pegou na caneta e quando começou a escrever, furou o papel, depois pegou no afia, pousou-o em cima do papel e ele começou a escrever, como se fosse uma caneta esferográfica de cor azul.
E a menina pensou... Mas que raio, o que é que se está a passar?!
Até que ganhou coragem e perguntou-lhes o que é que se havia passado.
- Uma fada má trocou as nossas funções, e só uma bruxa boa o pode quebrar - respondeu o Senhor Afia.
- Bem, então vamos lá à procura dessa tal bruxa boa! - exclamou a menina.
- Pois, ora aí está o problema! - retorquiu o Senhor Afia.
- Então, que problema? - perguntou a menina.
- Hum... Nós não sabemos onde é que a bruxa vive! - disse então a caneta.
- Mas isso não é problema, vamos à procura dela - respondeu a menina.
Pegaram na chave da scooter e fizeram-se à estrada...
Até que chegaram a um certo ponto onde encontraram uma placa que dizia:
"Proibida a circulação de scooter's"
Saíram da scooter e começaram a andar, a andar e a andar...
Até que chegaram ao pé da bruxa boa e ela quebrou o feitiço.

Marta Painço, 5ºJ


Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"