"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

19/11/09

Encruzilhada!

Já viram a ilustração do Diogo, intitulada "Encruzilhada"...agora aqui vai o texto:

Era uma vez um castelo. E era uma vez um rei e uma rainha. Viviam no castelo, numa floresta, de onde saíam vários caminhos! Uma encruzilhada, jamais explorada!
Mas um dia, aventuraram-se e foram passear pela floresta. Experimentaram quatro caminhos, que pareciam não ir dar a lado nenhum! Faltava um caminho...mas aconteceu algo estranho: tinham de ultrapassar alguns obstáculos e vencer algumas provas, para chegar ao fim desse caminho!
O rei e a rainha eram astutos e aventureiros e, quando encontraram um mapa que dizia OUSAR, acharam que estavam a começar uma aventura, mas ficaram receosos ao mesmo tempo.
Afinal, nunca tinham estado sozinhos frente ao desconhecido! Normalmente, tinham o seu séquito para os proteger!
Mas lá continuaram até que encontraram uma porta, tinham de descobrir uma palavra-chave que abria a porta... A rainha fez uma magia, pois ela fazia magia, nos tempos livres...porém não resultou!
O rei, para se armar em cavalheiro, disse:
-Eu cá, não preciso de palavra-passe nenhuma! Com a minha espada, parto essa porta ao meio!
E...conseguiu, para espanto da sua adorada esposa!
Por detrás da porta, parecia tudo sem interesse...um lugar isolado e solitário!
De repente, avistaram uma águia, que parecia querer que a seguissem! assim fizeram e a águia voou pela floresta densa, até os levar para junto de um tesouro!
O rei e a rainha nem podiam acreditar! Levaram o tesouro consigo e a águia seguiu-os até ao castelo, onde ficou para sempre. Essa águia era uma estrela da sorte, para aquele reino! A encruzilhada desapareceu, deixando ver todo o reino iluminado por um brilhante dia de sol e a águia voava livremente pelas imediações do castelo, recordando ao rei e à rainha que teriam sempre sorte no futuro. A estrela da sorte ficaria sempre ali.

7 comentários:

BC disse...

Olá Isabel, não nos temos visto muito ultimamente.
Mas vim deixar um sorriso
Isabel

J. Ferreira disse...

Olá Isabelita,
Desculpo a tua escorreita presença, por saber que ocupada andas, com as andanças pedagógicas.
Mas que tenho saudades tuas tenho!
Um beijo grande,

Sandra V. disse...

Olá Isabel!

Fico sempre muito contente de ver aqui trabalhos dos nossos meninos! Boa, Diogo! Tu mereces o reconhecimento pelo trabalho que fazes!
Bjos para ti, Isabel!!

Bom fim de semana!!

Xekim disse...

Outro fim de semana à porta e outro desejo meu para que seja bom

Beijinhos, Isabel.

Carla Pimentel disse...

Uma encruzilhada muito bem narrada (rima...), muito bonito.

Bjs e bom fim-de-semana.

Fatoumata Binta Djallo disse...

Fatoumata 5H
Este filme dos tres porquinhos sao muitos emgraçado ate que as minhas irmas gostaram muito aserio mas professora ja vi algums fi
lmes dos tres porquinhos muitos emgraçados


ASS: Familia da Fatoumata Binta Djallo

Natália disse...

Bom domingo Isabel.
Ontem lá tive o meu dia de avó e mais uma vez cá viemos ver os tres porquinhos.
beijinhos.

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"