"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos"

26/02/14

O mistério do roubo do laboratório

Em Los Angeles, numa das cidades onde o crime manda no número das mortes, o agente Callen e a sua equipa que se chama NCIS hoje combatem uma ameaça de segurança nacional: a produção de droga e o seu roubo.
Esse cartel planeia produzir droga e toxinas para fazer negócio com outros cartéis, ou até polícia corruptos.
O laboratório onde eles produzem droga fica situado no meio de uma ilha, que está muito bem guardada, armada com todo o tipo de armas, desde a Glock, até a basuca.
Desta vez, para tentar não comprometer a operação, a equipa vai de meio aéreo, de helicóptero.
Quando tinham acabado de aterrar, eles tentam procurar uma entrada.
Depois dessa tentativa bem sucedida, repararam que o cartel, até às onze em ponto da tarde trabalhava nesse projeto e nas horas consequentes, até às quatro e meia da tarde, asseguravam-se que o laboratório não era ameaçado.
No corredor tiveram de matar três membros do cartel e os outros sete ficaram inconscientes.
No interrogatório, todos confessaram o crime, e foram presos, mas faltava o chefe do cartel.
Foram a casa dele e o agente Sam pergunta-lhe:
-Você já não pertence ao cartel cobra?
O chefe responde-lhe:
-A minha vida mudou, já não ando metido nesse negócio.
-Sendo assim vamos investigar o seu computador!-avisa o agente Callen.
O computador tinha ficheiros enviados como os seus capangas teriam de produzir a droga.
Interrogaram o chefe e disseram em coro:
-Então, já não manda no cartel Cobra pois não, mas nós sabemos que é mentira!
O suspeito, passando a outro culpado, responde:
-Eu tenho álibi, a minha mulher estava a cozinhar e eu estava no computador a....
A agente Blye interrompe:
-....estava no computador a enviar informações para os seus membros como deveriam gerir a droga não era?!
-Sr. Marcony, está preso por ordenar a produção da droga.-finaliza o agente Sam.
-Tem o direito de permanecer em silêncio e tudo o que disser poderá ser usado contra si em tribunal-acrescenta o agente Callen.
Mais uma vez, o NCIS promove o bem a Los Angeles e ao resto da América acabando com o roubo e produção de droga.

                                                                                                                        João Mendes  6ºI  Nº17

Sem comentários:

Enviar um comentário

Fascinante!

Fascinante!

Bons Sonhos!

Bons Sonhos!

"Poema em P"

"Poema em P"

Criar e imaginar

Criar e imaginar

Momentos...

Momentos...

" A Menina do Mar"

" A Menina do Mar"

"A viúva e o papagaio"

"A viúva e o papagaio"

"O meu amigo, o sono"

"O meu amigo, o sono"